Make your own free website on Tripod.com

voltar

Observando a postura de tiro pode-se determinar o caráter do arqueiro

"ditado Coreano"

 

 

 

Apoio finaciero ao atletas pela CBTARCO (Confederação Brasileira de tiro com arco)

 

A CBTARCO recebe uma certa quantia do comitê Olímpico para promover o esporte. Dessa quantia, uma parte é destinada a ajudar financeiramente os melhores atletas de cada categoria, pagar o diretor técnico, custos de viajem, alojamento da diretoria, etc, etc, etc. Como toda a confederação, sempre existe muita discussão sobre os gastos e como deveriam ser efetuados, por exemplo o gasto do alojamento da diretoria durante o campeonato Brasileiro.

Este II relatório técnico nos dá uma noção da pequena ajuda financeira que atletas de ponta recebem, uma ajuda que meramente cobre os custos de material, já que tudo é importado.

Eu pessoalmente gostaria de ver o comitê Olímpico conseguir do governo a garantia de ausência de taxas de importação para material olímpico e para material escolar. Isso facilitaria a vida de muitos atleta, melhoraria a qualidade dos mesmos, sua competitividade e acima de tudo, aumentaria o numero de escolinhas de arco no Brasil.

Embaixo vai o II Relatório 2004 mandado por e-mail por Eros Fauni – Diretor Técnico.

 

IV Informe do Presidente e V Relatório técnico CBTARCO 2004

A CBTARCO conseguiu recuperar o valor de 1% relativo à Lei Piva para o ano de 2005.
Baseado nesta verba, foram tomadas as seguintes decisões:

SELEÇÃO – será formada pelos 6 primeiros arqueiros do ranking, sendo que todos receberão uma ajuda de custo no valor de R$ 350,00 por mês, desde que tenham atingido os índices abaixo descriminados:

CATEGORIA COMPOSTO OLÍMPICO
  Pontos Pontos
Adulto Masculino 3.960 (1.320x3) 3.630 (1.210x3)
Adulto Feminino 3.840 (1.280x3) 3.630 (1.210x3)

 

Receberão esta quantia baseados no ranking de 28 de fevereiro de 2005, referente aos 5 meses anteriores (outubro 2004/fevereiro 2005), durante os meses de março/abril/maio de 2005. Ao final de maio será feita uma atualização da Seleção, que será composto com base no ranking dos últimos 5 meses (janeiro / maio 2005), que receberão a ajuda no período de junho/julho/agosto de 2005. Ao final de agosto será feita uma atualização da Seleção, que será composto com base no ranking dos últimos 5 meses (abril/agosto 2005), que receberão a ajuda no período de setembro a novembro de 2005.

A premiação do RANKING ANUAL manterá os valores do ano de 2004.

 

Será formado pelos 3 melhores resultados do ano mais o Campeonato Brasileiro do ano em curso, com a seguinte premiação:

MASCULINO (COMPOSTO E OLÍMPICO)
1º colocado – R$ 1000,00 (hum mil reais)
2º colocado – R$ 700,00 (setecentos reais)
3º colocado – R$ 500,00 (quinhentos reais)
4º colocado – R$ 400,00 (quatrocentos reais)
5º colocado – R$ 300,00 (trezentos reais)
6º colocado – R$ 200,00 (duzentos reais)

FEMININO (OLÍMPICO E COMPOSTO)
1º colocado – R$ 1000,00 (hum mil reais)
2º colocado – R$ 700,00 (setecentos reais)
3º colocado – R$ 500,00 (quinhentos reais)
4º colocado – R$ 400,00 (quatrocentos reais)

Será dado continuidade ao Projeto Equipe de Treinamento Programado, que será composto por atletas escolhidos pelo Diretor Técnico da CBTARCO, que terão treinamento diferenciado sob a orientação do Sr. Renzo Ruele, técnico italiano. Todos receberão uma ajuda de custo de R$ 200,00 (de janeiro a dezembro), sendo que os atletas que participarem da Seleção e da Equipe de Treinamento Programado, não acumulam os valores de ajuda de custo, ou seja, receberão somente a ajuda de maior valor.

COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS

Foi destinada verba para as seguintes competições:

LOCAL DATA CONVOCAÇÃO
México (México) 1 a 8 maio Ranking novembro 2004 a março 2005
Madri (Espanha) 20 a 26 junho Ranking dezembro204 a abril 2005

 

As equipes para os torneios internacionais acima citados serão formadas pelo 1º colocado do Ranking Dinâmico de cada categoria, desde que tenham atingido os índices abaixo discriminados, os demais atletas serão escolhidos pelo Diretor Técnico para a formação das Equipes mais competitivas para cada torneio:

CATEGORIA COMPOSTO OLÍMPICO
  Pontos Pontos
Adulto Masculino 3.960 (1.320x3) 3.720 (1.240x3)
Adulto Feminino 3.840 (1.280x3) 3.720 (1.240x3)

 

As verbas da Lei Piva serão utilizadas de acordo com o quadro abaixo, sendo que a Presidência da CBTARCO poderá realocar verbas de acordo com as necessidades.

LEI PIVA

1%

R$ 459.000,00
MANUTENÇÃO CBTARCO

15 %

R$ 68.850,00
SALDO   R$ 390.150,00

 

 

COMPETIÇÕES

35,88 %

MADRI / MÉXICO
TÉCNICOS

15,38 %

250 ATLETAS
PREMIAÇÃO ANUAL

2,92 %

RANKING ANUAL
CAMP. BRAS. OUTDOR

2,56 %

VITÓRIA – ES
FITA

0,54 %

ANUIDADE
COPANARCO

0,08 %

ANUIDADE
TÉCNICO ITALIANO

7,43 %

PREMIO/ESTADIA/PASSAGEM
EQUIPE TREINAMENTO
PROGRAMADO

5,38 %

3 TREINAMENTOS
SELEÇÃO / AJUDA

12,92 %

20 ARQUEIROS – R$ 350,00
EQUIPE TREINAMENTO
PROGRAMADO – AJUDA

7,69 %

10 ARQUEIROS – R$ 200,00
UNIFORMES

1,54 %

 
DESPESAS DIRETORIA

2,56 %

 
CURSOS

2,05 %

TÉCNICOS E ÁRBITROS
REPOSIÇÃO MATERIAIS

4,60 %

 

 

Com relação ao item TÉCNICOS, lembramos a decisão aprovada pela Assembléia Geral Ordinária realizada durante o Campeonato Brasileiro 2004, que cada técnico receberá a importância de R$ 20,00 por atleta ou iniciante na linha de tiro. Lembramos que o Técnico não poderá ser, ao mesmo tempo, atleta, ou seja, não poderá participar da competição como atleta. Serão admitidos até 250 atletas inscritos no programa. Também lembramos a aprovação pela Assembléia da criação da modalidade iniciante. Para iniciantes, de acordo do determinação do Diretor Técnico, serão disputadas uma série de 36 flechas a 30 metros e uma série de 36 flechas a 18 metros. As distâncias foram modificadas tendo em consideração que, com um arco escola, seria muito difícil uma pontuação estimulante para estes arqueiros. O atleta iniciante pagará uma anuidade de R$ 5,00 à CBTARCO, e poderá permanecer nesta categoria por até um ano, a partir da data de filiação. Durante o ano de 2005, em julho, será realizado o I Campeonato Brasileiro para Iniciantes.

Agradecemos aos técnicos que cederam atletas para a Equipe de Treinamento Programado pelo bom trabalho realizado até o momento, sendo que a continuidade deste projeto e a inclusão de outros atletas dependerá da continuidade do trabalho realizado.

Agradecemos a todas as pessoas e Federações que de alguma forma estão apoiando efetivamente o trabalho da Confederação.


Vicente Fernando Blumenschein
Presidente

Eros Fauni
Diretor Técnico

 

            Eros Fauni – Diretor Técnico