Make your own free website on Tripod.com
Meditação e Chi Kung Algumas terapias Alguns exercícios de  meditação Tai Chi Chuan e saúde     Yoga e saúde

 

Medicina Natural

A medicina alternativa/natural é bastante ampla. Abrange desde a simples imposição de mão, até a milenar terapia de acupuntura e a moderna terapia neural. Possui imensa variedade de terapias e aparelhagens terapêuticas, desde o uso de minerais e cristais, cores e sons, até o uso de aparelhos sofisticadíssimos que nem o aparelho Mora, capaz de captar as vibrações de medicamentos homeopáticos.

A Alemanha é um dos poucos países que exigem que o médico alternativo/natural seja licenciado perante o ministério da saúde. Para ser aprovado e receber a licença o candidato tem que, após um longo estudo, submeter-se a uma exigente prova escrita e oral, perante três médicos do ministério da saúde. Só depois de passar por tais provas o candidato estará apto a exercer a profissão de médico alternativo. Na Alemanha, o médico alternativo/natural é denominado de Heilpraktiker, que traduzido significa: aquele que pratica a cura.

O campo da medicina alternativa é vasto, e é impossível pratica e dominar todos os tipos de tratamento. Por isso, conforme a personalidade, cada médico/terapeuta se especializa nas técnicas que o mais agradam.

Não existe a técnica milagrosa, nem o sistema maravilhoso. Cada ser é diferente e individual e o que é bom para um não necessariamente tem que ser bom para um outro.

Num tratamento de medicina alternativa/natural não é o terapeuta ou o médico que cura, não é a terapia ou o sistema que cura, e sim, o paciente. O tratamento é importante para ajudar o corpo, a mente e o espírito do paciente a se próprio curarem. Cada tratamento exige a participação e a conscientização do paciente.

A medicina alternativa/natural não é a única forma ou a forma milagrosa, e muita menos a inimiga da medicina contemporânea. Á mil anos atrás que nós hoje denominamos de alternativos/naturais eram tradicionais. Tradicional vem de tradição, e as maiorias dos tratamentos atualmente denominadas de alternativos/naturais têm uma longa tradição.

O mundo é complexo e não foi pintado de uma só cor ou de preto e branco. O mundo é colorido e do jeito como a sociedade precisa de vários profissionais para poder funcionar, você terá vários profissionais na área da medicina para tratar as pessoas. Negar um é negar o todo. Um apóia o outro. É como na natureza; temos sol, chuva, vento, mudanças climáticas, dia e noite, e muito mais. E tudo isso é necessário para o mundo crescer. Se existisse apenas um desses elementos, não existiria vida neste planeta.

-

O corpo humano é uma unidade. É igual ao mundo em que vivemos. Se mudarmos algo no mundo, o inteiro mudará. Por exemplo, na Austrália, os imigrantes europeus decidiram introduzir os coelhos. O que aconteceu? Pelo fato de os coelhos não terem inimigos naturais, virou uma praga. Aí decidiram introduzir as raposas para caçar os coelhos. Só que as raposas encontraram caça mais fácil, exterminando assim com espécies nativas.

Outro exemplo: o excesso de poluição causa o fenômeno da estufa, que esquenta o mar e por sua vez gera o El Niño.

O que isto quer dizer? Agindo sobre uma pequena parte se acaba influenciando o todo O mesmo acontece com o nosso corpo. Agindo numa parte, o corpo inteiro é afetado.

Uma pequena cicatriz pode ser a caos de muitos distúrbios.

Da mesma forma, se endireitarmos uma pequena coisa o todo pode melhorar. Como exemplo temos o reflorestamento de áreas desmatadas e a despoluição de rios e praias, devolvendo assim a milhares de animais seus habitat naturais.

Com o nosso corpo é igual: uma massagem, além de aliviar dores nas costas, também pode melhorar a digestão e a respiração ou o coração, melhorando assim a circulação.

Desta forma os Chineses descobriram no corpo humano, canais energéticos que, quando estimulados causam um efeito agradável ou desagradável. Tais canais foram denominados de Meridianos. Eles descobriram que ao longo dos meridianos existiam pontos de maior sensibilidade; que, em determinadas doenças, alguns pontos ficam mais sensíveis quando massageados.

Assim surgiu a Acupuntura. A Acupuntura é um sistema empírico. Através da prática, os pontos, ao longo dos meridianos, foram sendo percebidos e catalogados, para a aplicação correta de massagem ou agulhas, no tratamento de distúrbios.

Mais tarde, os Chineses descobriram que a orelha possui também pontos sensíveis a pressão ou ao tratamento com agulhas. Tais conhecimentos foram catalogados e deu a origem à terapia da aurícula acupuntura.

Independentemente da acupuntura, nos fins do século 19, o médico americano William Fitzgerald tratava seus pacientes massageando os seus pés. Ele desenvolveu esse tratamento depois de notar que os índios das Américas Central e do Norte faziam há séculos o mesmo procedimento. Esta forma de terapia evoluiu, descobriu-se que o corpo inteiro está projetado nos pés. Na Alemanha, a terapeuta Hanna Marquard foi a quem mais propagou e pesquisou o sistema terapêutico, que denominamos, hoje, de Reflexologia dos Pés.

Em toda a Europa, tanto a acupuntura como a Reflexologia dos Pés são praticadas por um grande número de médicos, terapeutas e médicos alternativos/naturais. E não existe uma clinica particular de renome que não ofereça estes tratamentos.