Make your own free website on Tripod.com

Defender a sua integridade é preservar a sua dignidade

O primeiro e último adversário de um verdadeiro guerreiro é o seu próprio Ego

voltar para tengu voltar para Japão

 

Nin-jutsu

 

Ninja significa literalmente espião. A palavra Nin (também lida como shinobu) significa andar de mansinho ou ter paciência, saber esperar.

O espião não era uma novidade asiática. Os mais famosos espiões que nós todos conhecemos, são os da guerra fria: a CIA e a KGB. Não existe organização secreta sobre a qual se escreveu, documento, inventou e filmou mais do que a CIA.

Da mesma forma como as atuais e modernas organizações secretas: são sigilosas e tentam nunca desvendarem seus segredos, suas técnicas e seus membros; os Ninjas tinham a mesma tradição e costume.

Durante toda a história humano existiam os ladrões, as prostitutas, os informantes e os espiões. Espião sempre existirá onde existe poder. Na idade média nós tínhamos os famosos Assassini. Era uma profissão pela nobreza temida e detestada, mas sempre procurada. Os assassini formavam um clã aparte da sociedade que era totalmente secreto e sigiloso. Fora do clan dos Assassini tínhamos o clã dos mendigos que se estabeleceram bem organizados até o começo do séc 20. Somente com o desenvolvimento tecnológico na Europa é que essas organizações bem estruturadas, com escolas e centros de treinamento começaram a desaparecer.

Em toda a sua existência, a profissão do espião e assassino envolvia técnicas sutis. As armas usadas eram eficientes, pequenas e de pouco impacto para não chamarem atenção. Somente na fuga obrigatória que se utilizava os mais variados meios para distrair o oponente. Utilizava-se do fogo, fumaça ou explosivos (as armas de fogo dos ninja é denominado de: Ka-Ki).

Hoje em dia não mais se usa espadas, mas mesmo assim as armas de fogo são de preferência de calibre pequena.

----------------------------------------------------------------

Agora se formos falar sobre os  ninja não podemos esquecer de mencionar os temidos Yamabushi.

A palavra Yamabushi significa: aquele que dorme na montanha. Os Yamabushi eram monges guerreiros budistas que viviam nas montanhas treinando artes marciais que nem os monges do shaolin e eram chamados muitas vezes por Daimios de Shoguns como por  outros monges para protegerem os templos e lutarem contra clãs inimigas. Na época existiam muitos templos onde se treinava kempo e guerras entre os Shoguns muitas vezes envolviam a participação de monastérios (igual a idade média na Europa) e das linhas religiosas. Muitas vezes um monastério aproveitava tais guerras para destruir um monastério concorrente. Os Yamabushi eram os mais ferozes e temidos guerreiros monges da época.

Os Yamabushi aparecerem no séc 9, e se acredita que eles desenvolveram uma forma especial de Yoga que lhes permitia adquirir forças excepcionais. O nome desta técnica se chama de Shyugend (caminho para adquirir poder). Eles também desvendaram os segredos do Tantra Budismo.

Os Yamabushi eram tanto temidos e respeitados que muitos diziam que eles eram Tengus.

A maioria das escolas de Ninjutsu atribuem sua fundação a um famoso monge Yamabushi..

Provavelmente muitos Yamabushis treinaram camponeses que foram vitimas da tirania de alguns samurais. E não é difícil imaginar que tais camponeses se uniram aos ninjas trazendo com sigo os conhecimentos dos Yamabushi, em especial os conhecimentos das mudaras e mantras e da mágica (espiritualidade).

--------------------------------------------------------------------------------------

Os ninjas surgiram no séc 6. A primeira reportagem sobre a existência de grupos organizados de espionagem provem da época da imperadora Suiko (593-628). Nessa época o seu filho Shotoku Taishi travava uma batalha contra Morya na província de Omi. O príncipe se utilizou dos espiões que lhe possibilitaram a vitória, e pelo serviço prestado eles receberam a denominação honrosa de Shinobi. Este foi a origem do Shinobijutsu (Ninjutsu).

Os ninjas eram um grande perigo para todos os feudais e pessoas em poder. Pois logo eles se especializaram em todas as técnicas de espionagem até assassinar.

Com o surgimento dos samurais no séc 8, os clã dos Shinobi foram sistematicamente caçados. Onde podiam, os samurais destruíam suas aldeias e matavam crianças e velhos, por fim, tentava a todo custo exterminar o seu maior inimigo.

Isto fez com que as castas dos Shinobi se retirassem ainda mais no anonimato, no sigilo absoluto.

Os samurais ficaram cada vez mais poderosos e logo começara a tratar toda a população japonesa como seu patrimônio. Tal arrogância fazia com que alguns samurais de herança, mal humorados fizessem o que bem entendia. Se quisessem, matavam uma família inteira só por acharem que o camponês não o reverenciou adequadamente. Este ato despótico era para a população uma verdadeira tirania.

Aí entravam em jogo os Ninjas que muitas vezes eram recrutados da população camponesa. Por isso uma grande quantidade de historiadores japoneses definiram Ninja como guerreiros fazendeiros (Jizamurai).

A razão pelo desprezo dos samurais pela casta dos ninja era dupla: primeiro por representarem uma força oculta que em muitos casos chegava a superar seu próprio poder, e segundo, o honra do samurai não permitia que ele recebesse dinheiro de pessoas pelo seu serviço. Ele não vendia seu serviço. Tal atitude somente se tornou comum entre os samurais sem dono, os Roni. Os ninja por sua parte só respeitavam o seus clãs e nunca eram devotos a um Shogun ou Daimio.

Desde a época Kamakura (1192-1333) muitos roni se refugiavam nos centros ninja e viravam ninja passando seus conhecimentos e suas técnicas para o Ninjutsu.

No séc 17 existiam mais do que 70 famílias de ninjas. As famílias eram muito estruturadas e hierárquicas com uma norma de conduta bem estruturada equivalente ao bushido dos samurais.

Como a tradição ninja era mantida em sigilo as maiorias dos ninjas começavam seus treinos em casa com os pais. Suas técnicas eram mantidas em segredo e somente passadas oralmente de pai para filho, ou de mestre para aluno. Tais técnicas eram a sua garantia de sobrevivencia.

Os ninjas treinavam as técnicas até a perfeição incorporando elementos do Kempo, da China e do Tibet. Eles treinavam a capacidade de permanecer muito tempo por debaixo da água. Treinavam se manter por horas imóveis ou em cima de árvores. Treinavam usar a ajuda da sombra para não serem vistos. Eles tinham uma série de formas de andar. Sus técnicas se adaptavam às circunstancias e aos seus oponentes.

Como disfarce os ninja tinham sete profições:

  1. Como atores de grupos que iam de cidade em cidade.

  2. Como monges que viviam viajando, ou monges mendigos.

  3. Como eremitas.

  4. Monge ou sacerdote budista.

  5. Como artista e ilusionista e malabarista.

  6. Como fazendeiro pobres ou cidadão simples.

  7. Como comerciante.