Make your own free website on Tripod.com


voltar

Defender a sua integridade é preservar a sua dignidade

O primeiro e último adversário de um verdadeiro guerreiro é o seu próprio Ego

Yoga e saúde

Tai Chi Chuan

 

YOGA

O deus Ganesha

Um site bom sobre o hinduismo em língua inglesa é: http://hinduism.about.com/

Yoga significa caminho.

Existem quatro caminhos no Yoga:

Karma Yoga: o trabalho altruísta. È um caminho escolhido por pessoas que querem produzi, fazer coisas acontecerem sem pensarem em ganhos pessoais.

Bhakti yoga: a devoção. É praticado por pessoas que são motivadas pelo amor e que vêm o Amor como a personificação de Deus. São as devoções, cantos e glorificações de Deus.

Jnana Yoga: a contemplação. É o caminho do ascetismo, o caminho dos sábios, o mais difícil dos caminhos que requer muita força de vontade e disciplina. Com o apoio da filosofia Vedanta o yogi se confronta com sua própria natureza. Antes de tentar este caminho o yogi deveria ter incorporado as lições dos outros três caminhos.

Raja yoga: o caminho real. A ciência do corpo e da mente. Este caminho tenta controlar os pensamentos e as vibrações mentais sublimando a energia corporal (elementar).

O caminho que eu ensino, foi o a mim passado por meu guruji Ramachandra, aluno de swami Vishnu Devananda que foi aluno de shri swami Sivananda (nascido em 1887). E este caminho se enquadra no Raja Yoga.-

O site do represantante no Brasil da organização Shivananda onde eu me formei como frofessor de Yoga na Índia é: http://www.oyoga.com.br/sivananda_sp/

Os ensinamentos se encontram nos velhos livros cheios de sabedoria: as sutras do Yoga e o Patanjali. São oito os passos necessários para purificar os pensamentos e o corpo:

Yama, Nyama, Asana, Pranayama, Pratyahara,Dharana, Dhyana e Samadi.

1. Yamas: o que devemos fazer, condutas necessárias para sublimar a nossa natureza inferior, os nossos instintos de sobreviver, ganância, querer ter, etc. São cinco as regras a serem seguidas: Não violência, sinceridade nos pensamentos, palavras e ações, não roubar, moderação em tudo que fazemos e desapego as coisas fúteis.

2. Nyamas: as proibições também são em numero de cinco: pureza corporal e mental, satisfação, modéstia, estudo dos textos sagrados e constantemente estar consciência da presença divina.

Este caminho se divide em dois sub caminhos, duas etapas: o Hata Yoga e Raja Yoga.

Hata Yoga se divide em assanas (os exercícios), e pranayama (respiração).

Raja Yoga se divide em duas etapas. Depois do corpo ser purificado e as energias mentais sublimadas através dos exercícios próprios, o corpo alimentado com energia pura, os nadis (caminhos energéticos) purificados através do pranayama, o yogi pratica Pratyahara (introspecção e ascetismo mental) para acalmar a mente e a prepara para a segunda fase, o Dharana (concentração) que é o primeiro passo para a meditação, que por fim culmina no Samadhi (iluminação). A meditação pode ser feita se concentrando na quinta ou sexta chacra usando a própria mantra, a mantra dos chacras ou a bija mantra.

Para quem estiver interessado nesta parte de visualização, e em técnicas de meditação usando a bija mantra e as características das chacras, pode consultar o meu livro „O caminho espiritual dos Orixás". Nele eu traço comparações entre o sistema afro brasileiro com o Yoga, a Cabala e Helenismo e os Keltas.

Interessante é notar que o Kempo e Karate se encaixam no caminho do Raja Yoga.

Yoga significa caminho e conseqüentemente não tem que vir da Índia. Eu aprendi Raja Yoga na Índia, e na época eu já treinava há muitos anos artes marciais.

Artes marciais é arte e não brutalidade. Os antigos monges do Shaolim treinavam Kempo para sublimar as energias físicas e limpar os meridianos (nadis) para que a energia inspirada através do Qi Gong (Chi Kun – exercícios de respiração) possa circular livremente pelo corpo sublimando assim os pensamentos, aclamando a mente e esvaziando o coração para podermos perdoar aonde pode perdoar.

O Surya Namaskar (salutar o sol), é um exercício com 12 movimentos. Testes provaram que ele ativa e regula 600 pontos de acupuntura quando exercitado apropriadamente.

 

As chacras e suas respectivas bija mantras

 

A primeira chacra: Muladhara:

Representa estabilidade, Kundalini, a libido, a força de regeneração.

A bija mantra é: Lang

O significado: o fator sólido com a vibração de lam, quadrado em forma, de core amarelo dourado e com cheiro doce, deve ser visualizado, trazendo brilho e luminosidade para o corpo. Mantém você sempre saudável e sem doenças.

 

A segunda chacra: Swadisthana:

Representa o centro linfático. A potência de crescer, respiração, movimento, inteligência e cognição.

A bija mantra é: Wang

O significado: O fato líquido tendo a vibração de Vam como sua raiz acústica, tem a forma de uma lua crescente de cor branco leitoso, deve ser visualizando trazendo a capacidade de resistir fome e sede e a habilidade de conseguir ficar debaixo da água.

 

A terceira chacra: Manipura:

Solar plexo, o karma.

A bija mantra é: Rang

O significado: O fator luminoso com a vibração Ram tendo o elemento fogo, de forma triangular e cor vermelha, aumenta a capacidade de comer e beber o que se quiser e resistir ao calor e ao fogo.

 

A quarta chacra: Anahata:

Representa o plexo cardíaco, o amor pelo próximo.

A bija mantra é: Yang

O significado: O fator ar tendo como vibração o Yam de forma circular e cor que nem fumaça (cor do céu), dá a capacidade de voar que nem um pássaro.

 

A quinta chacra: Vishuddha:

O logos, a comunicação e o ouvido.

A bija mantra é: Hang

O significado: O fator éter tendo como vibração o Ham é de furta cor sem forma e trás a capacidade da adivinhação e de poder mudar a forma do seu corpo.

 

A sexta chacra:

Representa a spiritualidade e a intuição (a intuição intelectual). Ela se situa entre os olhos e tem a forma de duas pétalas, é cor irradiante e tem como bija mantra o OM.

 

A sétima chacra:

Situa-se no topo da cabeça e tem mil e uma pétalas (o infinito). Representa o cosmos (é divino) e está alem de nossa compreensão.

Para poder viajar os seus (suas) chacras, você, primeiramente tem que limpar as chacras energeticamente e manter o fluxo energético circulando como já antes treinado.

Cada uma das cinco primeiras chacras representa um elemento, um som, um sentido, uma forma de percepção, um nível espiritual, um estado de consciência e um vício.