Make your own free website on Tripod.com

 

voltar

Se paramos um pouco para pensar  notaremos que o mundo que nos rodeia é meramente uma ilusão por nós mesmos (as) criada

 

cordas

 

1. um nó desfeito

Aqui temos um truque bem simples mas muito eficaz, ideal para pequenas festas, para bares ou entre amigos. Você o faz e depois pergunta quem é capaz de imitar. Ninguém conseguirá. E a razão é bem simples. Se você observar o desenho abaixo você irá notar dois nós: um em baixo (o primeiro nó), e um em cima (o segundo nó). Primeiro você faz o primeiro nó do jeito como você vê em baixo, isso quer dizer de dentro para fora, o nó começa do lado direto e cruza a corda:

 

 

Já o segundo nó você faz invertido (de fora para dentro), o nó começa agora do lado esquerdo e cruza a corda. Dessa forma o nó se abre. Agora quando alguém for querer imitar ~sempre irá fazer dois nós iguais, a não ser que seja um marinheiro. Porque se você notar , o nó seria um nós de marinheiro. Depois de ter completado o nó você passa o resto da corda como amostrado na foto, e o nó se abre.

Tente, que é fácil. No começo você pode botar a corda numa mesa para facilitar a visualização dos nós. Tente fazê-lo certo e observe o nó se abrindo, e tente fazê-lo errado e observe o nós se formando.

 

2. mil e um nós

Este é um truque também muito simples mas ideal para uma pequena demonstração.

 

Aqui vai o discurso que você pode apresentar:

Você cumprimenta os espectadores: "Bom dia minhas senhoras e senhores, hoje eu lhes amostrarei um meio muito prático para se lembrar doas pequenos compromissos do dia a dia. O maior problema que uma pessoa hoje tem é a sua agenda. Imagina você escrever tudo nela. Que desastre isso traria se sua esposa a pegasse. (Aqui espere o público entender a piada, e se alguém rir especialmente muito você o olha e pergunta: o senhor (a senhora) está casado?) Nós mágicos, por princípio não escrevemos nada. Imagina alguém ler os nossos truques? Bem, ao viajar pela Europa pude notar que várias pessoas para se lembrarem de algo faziam um nó na ponta do lenço que tinham. Eu achei isso muito interessante, só que o problema era que a minha agenda é mais do que somente um compromisso e um lenço não seria suficiente. Aí eu tive a brilhante idéia de usar uma corda." E amostrando a corda (que deveria ser preferencialmente de algodão e oca - sem miolo) você continua: "Uma corda que nem essa, de uns 90 cm. Para eu memorizar as coisas simplesmente eu começo a enrolar a corda na minha mão, desse jeito." E você começa a enrolar a corda na mão do jeito como você vê nas figuras abaixo amostrado. E você continua: "Por exemplo, vamos dizer, primeiro me encontrar com a Maria, depois fazer compras, depois ir ao cinema, e assim por diante. Para cada compromisso um nó. Terminado os compromissos eu simplesmente jogo a corda no chão, e prontinho, tenho os meus nós feitos.(Aqui você espera um pouco para os espectadores notarem os nós e aplaudirem). Isto é muito mais rápido, seguro e prático do que ter que preencher uma agenda. (Todo mundo vai rir e aplaudir) E você continua: Muito obrigado pela sua atenção e espero ver amanhã todo mundo com uma cordinha no bolso.É só não falar para as esposas ou maridos que você tem uma cordinha, a não ser que ele ou ela também possuiu uma cordinha."