Make your own free website on Tripod.com

voltar

Observando a postura de tiro pode-se determinar o caráter do arqueiro

"ditado Coreano"

 

 

O Tiller

 

 

O tiller: o tiller é a distancia ente as laminas quando elas encostam o punho do arco e a corda.

 

Todos procuram um arco que atire o melhor possível as flechas e para melhorar a performance do seu arco você deveria analisar o tille.

 

O primeiro problema surge que nós assumimos que ambas as laminas são idênticas. E se não for o caso, simplesmente muitos ajustam apertando ou relaxando o encaixe das laminas.

 

 

1. A primeira referência no ajuste de um arco composto é verificar o timing das roldanas, se forem roldanas duplas elas tem que encostar o martelo na corda ao mesmo tempo. Só que tal não vai determinar a real potencia das laminas.

Por exemplo. Se tivermos na lamina superior uma potencia de 60 libras e na inferior  de 40 libras, mesmo que as roldanas estejam com o timing certo, a potencia das laminas permanece igual e o arco terá uma potencia final de 50 libras.

Só que o problema é que a lâmina inferior irá se dobrar mais do que a superior fazendo com que o ponto nock suba para cima e a flecha caia durante o tiro. Neste caso o ponto nock estará se movimentando em um arco afetando a trajetória da flecha e impossibilitando um ajuste adequado do arco.

 

Portanto: o quanto melhor estiverem suas laminas ajustadas uma para a outra melhor você irá poder acertar o seu arco.

 

 

2. Porque, alterando o tiller pode melhorar o eu tiro?

Muitos acham que acertando o tiller (comumente se tem o mesmo tiller na lamina superior que ns lamina inferior) melhora o tiro. Isso não é sempre certo.

Para tal se acerta o tiller: em forma curta, isso significa que se aumenta ou diminui o tiller pouco a pouco matendo-se sempre a mesma altura do ponto ncke (nocking point) até se obter o melhor agrupamento possível.

 

O acerto do tiller não vai fazer o arco acertar melhor e sim, fazer você poder mirar melhor e mais constante.

 

O tiller também vai afetar como a pressão de sua mão é transmitida para o arco. Ao mudar o tiller, o angulo do arco em relação á corda muda, assim aumentando ou reduzindo a pressão da mão no arco.

 

Por exemplo: Um arqueiro com uma posição de mão bem baixa, botando muita pressão na parte inferior do punho do arco, ele ao mudar o tiller descobre que melhora a sua mira, mas o vôo das flechas piora. Isso é devido ao fato que ele mudou o tiller de tal forma que as laminas não se dobram igualmente. Mas tendo o tiller idêntico em ambas as laminas, ele tem bom vôo mas péssima mira. Neste caso a solução seria diminuir a altura de seu punho (segurar mais alto, botar a pressão da mão mais para cima) de tal forma que ele crie o mesmo angulo que tinha quando o tiller foi mudado.

 

O máximo de diferença que se deveria ter entre os tiller é de 1/4 de polegada entre o tiller superior e inferior. Outra possibilidade ainda mis prática é experimentar com o punho, segurando o arco de forma diferente que irá ter o mesmo efeito como se estivesse mudando o tiller. Isso daria a vantagem de não ter que mudar o nocking point.

 

Se o tiller estiver menor na lamina inferior, as lamina inferior irá dobrar menos que a superior e isso vai fazer a flecha subir, porque o nocking point irá descer quando você puxar a corda. se o tiller na lamina de baixo estiver maior do que da de cima (a lamina de baixo está mais fraca do que a de cima) o nocking point irá subir e fazer com que a flecha caia durante o tiro.