Make your own free website on Tripod.com


voltar

O mundo é muito mais complexo do que podemos imaginar, por isso deveríamos observar cada momento que nem um neném.

 

Exercício de visualização

Você relaxa como no primeiro exercício.

Quando você estiver completamente relaxado, pode acontecer que você sinta frio, não apavore, é simplesmente um sinal que seu corpo está bem relaxado. Quando você relaxa o corpo, as atividades do seu corpo diminuem, a circulação diminui e conseqüentemente você poderá sentir um frio. É só você pegar o cobertor (que você ajeitou, conforme as instruções no começo deste capítulo) e se cobrir.

Agora você está completamente relaxado, provavelmente coberto por um cobertor e pronto para a visualização.

Ao inspirar você imagina uma luz maravilhosa de cor dourada ou irradiante branca penetrar pela parte superior da sua cabeça como se você estivesse tomando uma banho de chuveiro.

(Durante uma visualização é muito importante você sentir o que você está visualizando. Você tem que sentir, cheirar, degustar e ver. O que você estiver visualizando tem que parecer realidade. Tem que virar realidade. E isso só irá acontecer quando você sentir o que você está visualizando. Se você estiver visualizando uma chuva você tem que sentir a chuva, o molhado, ouvir ela cair, cheirar ela. Por fim sentir ela com todos os seus sentidos. Se você estiver visualizando uma ventania, você tem que ouvir o vento, sentir o vento e ver o vento.)

Ao visualizar a luz você tem que ver ela e sentir ela descer por você. Tente sentir a luz na sua pele. Depois tente sentir ela em você, descendo pela sua cabeça até o coração. Você visualiza a luz descer por você e encher o seu coração. Com cada inspiração você enche o coração com mais e mais luz até a luz começar a transbordar o coração. E você auto-sugere: „Com cada inspiração eu encho o meu coração cada vez mais com luz divina.’’

Ao inspirar você imagina inspirando uma luz maravilhosa que desce de cima pela sua cabeça enchendo o seu coração. Ao expirar, você imagina essa luz transbordar o coração e encher o resto do seu corpo. E você auto-sugere: „Com cada inspiração eu inspiro luz divina e encho o meu coração com ela. E com cada expiração essa luz transborda o meu coração e se espalha pelo corpo inteiro.’’

Você vai inspirando essa maravilhosa luz, enchendo o coração até transbordar. Ao expirar, você visualiza essa luz enchendo o peito por completo até começar a transbordar. A luz transborda e vai enchendo a barriga, os braços, o beco e descendo pelas pernas até os pés.

Essa luz transborda para o resto do corpo. Você imagina a luz descendo pela cabeça enchendo o coração, enchendo o peio, os pulmões, o tórax, transbordando e penetrando nos braços até chegarem ás mãos. A luz também transborda em direção a barriga, enchendo o beco e descendo pelas pernas até os pés.

Você apóia a visualização auto-sugerindo: „Agora a luz divina enche o meu coração. O meu coração está radiante e completamente cheio de luz divina." ; „Agora a luz divia tranborda o meu coração e enche o meu peito,o meu peito está completamente cheio de luz divina." e assim por diante. Você repete a auto-sugestão para cada parte do seu corpo, do jeito como você fez no segundo relaxamento, só com uma diferença: no relaxamento você começou dos pés para a cabeça. A energisação você começa da cabeça (de cima) para os pés (para baixo).

Com cada inspiração você enche o coração e com cada expiração você imagina a luz transbordando o coração e encher o resto do seu corpo, da cabeça aos pés.

E você continua inspirando essa luz, até o corpo inteiro estar repleto dessa luz. O seu corpo inteiro agora brilha maravilhosamente como se fosse feito só de luz. Você vê e sente o corpo brilhando. Você sente que você é completamente luz.

Você continua inspirando luz, e ao expirar, você imagina essa luz divina aumentando e crescendo em tamanho até formar um grande ovo envolvendo o seu corpo inteiro. Você sente e vê ser esse ovo. Você sente como você crescer.

Voçê imagina a luz crescendo cada vez mais e você crescendo junto com ela até a luz ser do tamanho do seu quarto. Você sente ser o seu quarto. Você sente ser do tamanho do seu quarto.

E você vai crescendo até envolver o planeta inteiro. Você e o planeta são uma imensa bola de luz. Você é o planeta. (Você sente você ser o planeta. É muito importante você sentir o que você está visualizando. Você tem que sentir você crescer. Você tem que sentir você ser o ovo, o quarto, a cidade e por fim o planeta. Também é importante você ficar falando a auto-sugestão para evitar adormecer durante a visualização.)

Fique nesse estado o tempo que quiser e sinta esse maravilhoso estado de grandeza. Não tente ser do tamanho do universo, pois o universo é infinito e você não quer se perder. Ser do tamanho do nosso planeta já é enorme e mais do que a maioria das pessoas consegue suportar.

Para deixar este estado maravilhoso, você visualiza a luz (você) se contrair ficando cada vez mais pequena. A bola de luz (você) vai diminuindo de tamanho. Você sente como você vai ficando menor, mais compacto. A luz vai diminuindo de tamanho. Primeiramente do tamanho do planeta, depois do país, e você auto-sugere: „Com cada inspiração vou ficando menor, agora estou do tamanho do planeta." E visualize o que você auto-sugeriu.

E você auto-sugere: „Eu vou diminuindo de tamanho, agora sou do tamanho da cidade." Ao visualizar, sinta o que você está sugerindo. Não fantasie. Realize a sua visão.

E você continua auto-sugerindo: „Agora sou do tamanho do meu quarto." E você continua diminuindo até ficar do tamanho de um grande ovo radiante, um ovo que envolve o seu corpo por completo. E neste estado você prevalece o tempo que quiser. Sinta a luz pulsar e vibrar através de você.

Você é esse ovo, e você auto-sugere: „Eu sou um belo ovo radiante cheio de energia e luz divina." Você sente estar dentro de um belíssimo ovo, você sente ser esse ovo brilhante e cheio de energia (que é a sua aura - corpo energético).

E durante todo esse tempo você fica inspirando e expirando luz divina. Você visualiza, sente e fala: „O meu corpo está completamente cheio de energia divina. Minha aura está completamente cheia de energia divina." E você visualiza o seu corpo e sua aura brilhando cheios da energia divina que você inspirou.

É esse corpo energético que irá proteger você contra energias nocivas. É esse corpo que ao brilhar, deixa as pessoas sentirem o seu bom astral.

Muito importante é, sempre formular as sugestões afirmativamente e no presente. Não fale: „Eu estarei relaxado." Fale: „Eu estou

relaxado." Se você afirmar na forma futura, você nunca saberá quando irá acontecer.

Com esta técnica você pode dar passes. Você deixa a luz divina encher o seu coração, e ao expirar, você visualiza a luz atravessa os seus braços e sair pelas suas mãos.

Bem meu amigo e amiga radiante de luz, bem-vindo a um mundo maravilhoso que você está prestes a pesquisar e conhecer.

Alguns livros que eu lhe recomendo a ler são: as visões de Celestina e os livros de Richard Bach: a gaivota Jonathan (Jonathan livingstone seagul), Illusions (Ilusões) e One (Um).

Prezado leitor e prezada leitora, não é possível expressar a sabedoria em palavras. Se fosse assim tão fácil, era só decorar as palavras e você viraria um sábio. A única coisa que podemos tentar é descrever os rastros que ela deixa. É por isso que existem tantos livros tentando descrever sabedoria do seu jeito. Uns livros irão lhe tocar mais que outros, não existe o melhor. Lendo e contemplando o que você leu, faz sua consciência crescer.

Como no exercício de relaxamento, você pode gravar as instruções numa fita até você se acostumar com a rotina. Com o tempo você notará que quando você fizer o primeiro relaxamento, você automaticamente fará o segundo exercício junto.

Você pode usar esta energia divina que você inspirou e incorporou para proteger lugares e pessoas queridas. Quando você estiver viajando, você pode envolver com esta energia o seu carro (ou ônibus, ou avião) assim protegendo você, o veículo e todas as outra pessoas que estiverem viajando com você. Simplesmente imagine e sinta a luz envolver o veiculo em que estiver viajando.

Esta energia você pode usar de mil e uma formas. Para dar passes, para purificar objetos, quartos, casas ou lugares, para criar um bom astral e assim por diante. O importante é você mentalizar uma energia divina. Pense ela vindo de Olorum, de Deus. Uma luz branca radiante é sempre neutra e positiva. Prateado e dourado também funcionam bem.

Não inspire uma luz vermelha, que representa agressividade, ou verde, que representa ciúme. Todas as cores têm um lado positivo e um lado negativo (um lado menos propicio) e ao inspirar uma cor você irá manifestar automaticamente em você tanto o lado positivo (profícuo) como o lado negativo (improfícuo). Se você mentaliza o vermelho, por exemplo, você irá absorver as vibrações energéticas de atividade e determinismo e ao mesmo tempo você irá absorver as vibrações de agressividade e raiva.

Positivo e negativo é relativo. Positivo é tudo aquilo que lhe ajuda, que lhe é profícuo. Negativo é tudo aquilo que lhe inibe e atrapalha. Durante uma energisação e meditação você quer energias neutrais e positivas. Agora, se você for usar a cor vermelha durante uma energisação você não só ficará determinado (que é positivo) com também irá ficar agressivo, e isso durante uma meditação não faz sentido. O que vale para o vermelho também vale para todas as outras cores, cada qual com suas próprias características. Você pode visualizar e trabalhar com cores, só que nunca durante uma energisação. Primeiro energise e depois visualize a cor desejada: o vermelho se precisar de determinismo ou quiser brigar, o azul se estiver agitado demais, o verde se precisar de criatividade e assim por diante.