Make your own free website on Tripod.com

voltar para técnicas avançadas

Observando a postura de tiro pode-se determinar o caráter do arqueiro

"ditado Coreano"

 

A respiração

A postura

a pré puxada e a puxada

a ancoragem

soltar a flecha

 

O treino básico:

técnica como atirar certo com o arco

como montar o seu arco

O trino básico constitui no treinamento da postura correta, de exercícios musculares para fortalecer a musculatura das costas e da coluna, em principal a musculatura de suporte.

Nesta fase o aluno aprende as primeiras técnicas de respiração, de posicionamento dos pés, de pré puxada e puxada, os elementos de ancoragem, de soltar a corda e de relaxamento.

 

A respiração

A respiração se divide em quatro etapas:

A primeira fase:

Primeiro o aluno olha para frente, se posiciona confortavelmente na linha de tiro, com os pés paralelamente, e olha para frente sem levantar o queixo para compensar a postura. Por causa de vícos e mal comportamento da postura, as pessoas tendem a ter uma certa fraqueza na musculatura de sustentação da coluna e assim quando eretas elas tendem a formar uma escoliose na parte lombar para compensar esta fraqueza. Isso notamos quando a pessoa começa a arrebitar o bumbum e envergar a coluna para dentro. Muitos acham esta postura bonita e sexi e a acentua de propósito (em especial mulheres), e ao calçarem sapatos de salto alto. Esta postura é nociva para o corpo, em especial para a coluna e o beco. Este mesmo problemas iremos encontrar em academias de musculação com os levantadores de peso. por isso a maioria deles usam cintos de couro largos para apoiar a coluna. Com tais cintos tais atletas podem se dar o luxo de levantar mais peso que o próprio corpo suportaria. E isso é algo que nós queremos evitar no arco e flecha.

Então voltando, em primeiro lugar se tenta manter uma postura ereta, e para endireitar o corpo nós inspiramos profundamente e enchemos o pulmão por completo. Desta forma o corpo se endireita por sozinho. Ao enchermos os pulmões nós simultaneamente trazemos o bumbum para dentro aliviando assim a coluna lumbar.

A segunda fase:

 Depois de termos enchido o pulmão, com a cabeça ereta, o queixo ligeiramente abaixado, com uma certa tenção na nuca, que é algo natural porque nós costumamos a andar com o queixo elevado (para compensar a fraqueza muscular das costas e a falta de flexibilidade dos músculos devido a tenção muscular, nós acentuamos as curvaturas naturais da nossa coluna para aliviar a musculatura).

Depois da primeira inspiração, mantendo a cabeça ereta nós olhamos para o lado em direção ao alvo e espiramos relaxando o corpo mas mantendo a postura adquirida com a inspiração. deste jeito o corpo se relaxa, assim possibilitando a mente também se relaxar, mas em perder a postura. Porque a postura ereta é tão importante quanto uma mente relaxada para a terceira fase.

Ao relaxar através da inspiração você proporciona a mente a se concentrar ainda melhor no objetivo. è exatamente neste momento que você começa a se concentrar em acertar o alvo.

A terceira fase:

Com o corpo reto e a mente relaxa eu me posso concentrar adequadamente.

Vamos fazer um experimento: Sente numa cadeira sem se encostar, mas todo torto e relaxado. Dá para prestar atenção a uma palestra adequadamente nesta postura? Agora endireite a coluna, inspire profundamente, enche os pulmões de ar, e assim o corpo de oxigênio. Agora preste atenção, se concentre. Deu para notar a diferença? esta é a mesma técnica usada pelos monges Zen-budistas em suas meditações.

Depois de você ter olhado para o lado sem levantar o queixo, mantendo a postura inalterada, você levanta o braço com o arco, mantendo a mira no alvo, você inspira devagar enquanto puxa a corda dom a outra mão.

Esta inspiração você faz em direção da barriga e não mais inflando os pulmões. A razão é bem simples. Se você agora for inflar os pulmões sua postura iria mudar e conseqüente,mente cada tiro iria ser diferente. Você inspira para a barriga, inflando o a barriga ao abaixar o diafragma, desta forma você irá manter a mente calma se ser perturbada, irá manter o corpo estável sem ser mudado, e o seu tiro será mais preciso.

Durante toda esta fase você se concentra unicamente no tiro, na puxada certa, na postura, na mira e por fim no largar, soltar da corda.

A quarta fase:

Esta é a última fase. depois do tiro você mantém o braço que está segurando o arco esticado até a flecha acertar o alvo, e somente depois que a flecha ter acertado o alvo você abaixa o braço e relaxa a musculatura do braço e das costas ao expirar o ar.

Depois que você largou a corda você esquece, deixa de querer acertar o alvo. Você esquece o tiro e relaxa e se prepara para o próximo tiro, como se cada tiro fosse o primeiro e o último ao mesmo tempo. como se cada tiro fosse o único tiro.

 

Então recapitulando:

Mantém postura e uma posição confortável na linha do tiro, olha para frente, inspire e enche os pulmões endireitando o corpo e a mente; abaixe o queixo e endireite a nuca como se algo estivesse puxando a sua cabeça para cima; olhe para o lado em direção ao alvo sem levantar o queixo e espire relaxando o corpo e a mente mas sem mudar a postura; levante o braço com o arco, mantendo a mira no alvo puxe a corda inspirando agora para dentro da barriga, mire e solte acorda, espere a flecha acertar o alvo e abaixe o braço espirando o ar e relaxando a musculatura.